Equador é eleito membro do Conselho de Segurança da ONU por dois anos

Posted on

Equador é eleito membro do Conselho de Segurança da ONU por dois anos

Suíça, Moçambique, Malta e Japão também ocuparão assentos de dois anos a partir de 1º de janeiro do ano que vem

O Equador foi um dos cinco países eleitos nesta quinta-feira (9) para ocupar um assento não permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas para o período 2023-2024.

Suíça, Moçambique, Malta e Japão também ocuparão assentos de dois anos a partir de 1º de janeiro do ano que vem. Os cinco sucederão a Índia, Noruega, Quênia, México e Irlanda.

O Conselho é composto por 15 membros, cinco deles permanentes: Estados Unidos, Rússia, China, França e Reino Unido. Os outros dez lugares são ocupados por períodos de dois anos, cinco dos quais são anunciados a cada ano. Japão, Suíça, Moçambique, Malta e Equador foram escolhidos pela Assembleia Geral da ONU em votação secreta.

O Equador recebeu o apoio de 190 dos 193 membros da Assembleia.

Moçambique foi eleito membro do Conselho pela primeira vez em sua história, com 192 votos. A Suíça obteve 187 votos favoráveis, mais que Malta (185) e Japão (184).

AFP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.