Início » Concurso TRF 5 em andamento; banca em definição! Confira!

Concurso TRF 5 em andamento; banca em definição! Confira!

by Anderson

[ad_1]

O concurso TRF 5 está em fase de definição de banca! O documento foi publicado nesta sexta-feira, 01 de março de 2023.

Lembrando que o Tribunal Regional Federal da 5ª Região está com edital publicado com vagas para os cargos de Técnico Judiciário. As provas aconteceram na data de 25 de fevereiro de 2024.

No dia 15 de fevereiro de 2024 foi divulgado que o órgão aprovou a abertura de um novo concurso público. Além disso, a comissão para o certame já está formada para definir os cargos e as vagas.

Navegue pelo índice e veja todas as informações sobre o concurso TRF5:

Concurso TRF 5: situação atual

Veja abaixo todo o andamento da seleção.

Edital 2024 para outros cargos

Edital 2023 para técnico judiciário

Concurso TRF5: remuneração e benefícios

A remuneração dos cargos de provimento efetivo das Carreiras dos Quadros de Pessoal do Poder Judiciário é composta pelo: Vencimento Básico do cargo e pela Gratificação Judiciária (GAJ), acrescida das vantagens pecuniárias permanentes estabelecidas em lei.

Técnico Judiciário

Remuneração inicial Remuneração final
(Classe A, padrão 1) (Classe C, padrão 13)
Vencimento: R$ 3.554,02 Vencimento: R$ 5.336,35
GAJ: R$ 4.975,63 GAJ: R$ 7.470,89
Total: R$ 8.529,65 Total: R$ 12.807,24

Analista Judiciário

Remuneração inicial Remuneração final
(Classe A, padrão 1) (Classe C, padrão 13)
Vencimento: R$ 5.831,16 Vencimento: R$ 8.755,43
GAJ: R$ 8.163,62 GAJ: R$ 12.257,60
Total: R$ 13.994,78 Total: R$ 21.013,03

Estrutura Remuneratória

Confira nas tabelas a seguir o detalhamento dos valores do vencimento básico, Gratificação de Atividade Judiciário (GAJ), Gratificação de Atividade de Segurança (GAS) e Gratificação de Atividade Externa – GAE, conforme cada classe e padrão.

Os valores estão atualizados de acordo com a tabela prevista para fevereiro de 2024.

Analista Judiciário

CARGO/ESCOLARIDADE CLASSE/PADRÃO VENCIMENTO BÁSICO GAJ (140%) GAE (Válido somente para Oficial de Justiça Avaliador Federal) **
Analista/Superior A1 R$ 5.831,16 R$ 8.163,62 + (35%)
Analista/Superior A2 R$ 6.006,09 R$ 8.408,53 + (35%)
Analista/Superior A3 R$ 6.186,28 R$ 8.660,79 + (35%)
Analista/Superior A4 R$ 6.538,91 R$ 9.154,47 + (35%)
Analista/Superior A5 R$ 6.735,06 R$ 9.429,08 + (35%)
Analista/Superior B6 R$ 6.937,12 R$ 9.711,97 + (35%)
Analista/Superior B7 R$ 7.145,23 R$ 10.003,32 + (35%)
Analista/Superior B8 R$ 7.359,59 R$ 10.303,43 + (35%)
Analista/Superior B9 R$ 7.779,09 R$ 10.890,73 + (35%)
Analista/Superior B10 R$ 8.012,46 R$ 11.217,44 + (35%)
Analista/Superior C11 R$ 8.252,83 R$ 11.553,96 + (35%)
Analista/Superior C12 R$ 8.500,42 R$ 11.900,59 + (35%)
Analista/Superior C13 R$ 8.755,43 R$ 12.257,60 + (35%)

Técnico Judiciário

CARGO/ESCOLARIDADE CLASSE/PADRÃO VENCIMENTO BÁSICO GAJ (140%) GAS (Válido somente para cargos na área de segurança) **
Técnico/Superior A1 R$ 3.554,02 R$ 4.975,63 + (35%)
Técnico/Superior A2 R$ 3.660,66 R$ 5.124,92 + (35%)
Técnico/Superior A3 R$ 3.770,47 R$ 5.278,66 + (35%)
Técnico/Superior A4 R$ 3.985,39 R$ 5.579,55 + (35%)
Técnico/Superior A5 R$ 4.104,96 R$ 5.746,94 + (35%)
Técnico/Superior B6 R$ 4.228,11 R$ 5.919,35 + (35%)
Técnico/Superior B7 R$ 4.354,94 R$ 6.096,92 + (35%)
Técnico/Superior B8 R$ 4.485,59 R$ 6.279,83 + (35%)
Técnico/Superior B9 R$ 4.741,26 R$ 6.637,76 + (35%)
Técnico/Superior B10 R$ 4.883,52 R$ 6.836,93 + (35%)
Técnico/Superior C11 R$ 5.030,02 R$ 7.042,03 + (35%)
Técnico/Superior C12 R$ 5.180,92 R$ 7.253,29 + (35%)
Técnico/Superior C13 R$ 5.336,35 R$ 7.470,89 + (35%)

** Gratificação de Atividade de Segurança (GAS) válida somente para cargos na área de segurança.

** Gratificações de Atividade Externa (GAE), devida exclusivamente para ocupantes do cargo de Oficial de Justiça Avaliador Federal.

? Entendendo as gratificações

A Lei n.º 11.416, de 15 de dezembro de 2006, que dispõe sobre as carreiras dos Servidores do Poder Judiciário da União, instituiu as Gratificações de Atividade Externa (GAE), Gratificação de Atividade de Segurança (GAS).

É importante entender como funciona as gratificações, pois, nem todos os cargos recebem todas as gratificações disponíveis. 

  • Gratificação de Atividade Judiciária GAJ é devida para todos os cargos independente da área de atuação;
  • Gratificação de Atividade de Segurança (GAS) é devida exclusivamente para os ocupantes dos cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário na área de segurança;
  • Gratificação de Atividade Externa (GAE) é devida exclusivamente para os ocupantes do cargo de Analista Judiciário – área judiciária – Oficial de justiça.

Benefícios

No dia 1º de fevereiro de 2024 foi divulgada uma portaria conjunta (para todos os tribunais) reajustando o auxílio-alimentação e a assistência pré-escolar. Os valores atualizados são:

  • Auxílio Alimentação – R$ 1.393,10; e
  • Assistência pré-escolar – R$ 1.178,82.

Adicionais

Além da remuneração (vencimento básico + GAJ), benefícios e gratificações, os servidores ainda têm acesso ao Adicional de Qualificação.

O Adicional de Qualificação é destinado aos servidores das Carreiras dos Quadros de Pessoal do Poder Judiciário, em virtude dos conhecimentos adicionais adquiridos em ações de treinamento, títulos, diplomas ou certificados de cursos de pós-graduação, em sentido amplo ou estrito, em áreas de interesse dos órgãos do Poder Judiciário.

O AQ é dividido em:

  • Adicional de Qualificação AQ Treinamento – Benefício voltado para o cumprimento dos treinamentos internos dentro do órgão de atuação.
  • Adicional de Qualificação AQ Títulos – benefício voltado para servidores com certificados de Especialização, título de Mestre e título de Doutor.

O AQ Treinamento equivale a 1% (um por cento) ao servidor que possuir conjunto de ações de treinamento que totalize pelo menos 120 (cento e vinte) horas, observado o limite de 3% (três por cento), limitado a 4 anos, mas podendo ser renovado.

O AQ Título incide sobre o vencimento básico do servidor, por prazo indeterminado, da seguinte forma:

  •  12,5% – em se tratando de título de Doutor;
  •  10% – em se tratando de título de Mestre; e
  • 7,5% – em se tratando de certificado de Especialização.
  • 5% (cinco por cento) para os Técnicos Judiciários portadores de diploma de curso superior.

Reajuste progressivo

Em janeiro de 2023 foi publicado o reajuste das remunerações dos profissionais dos quadros de pessoal do Poder Judiciário da União. Serão reajustados em parcelas sucessivas e cumulativas, da seguinte forma:

I – 6% (seis por cento), a partir de 1º de fevereiro de 2023;
II – 6% (seis por cento), a partir de 1º de fevereiro de 2024;
III – 6,13% (seis inteiros e treze centésimos por cento), a partir de 1º de fevereiro de 2025.

Entenda como ficarão os valores abaixo:

Técnico Judiciário (Vencimento básico + GAJ)
Ano 2024 2025
Remuneração inicial R$ 8.529,67 R$ 9.052,54
Remuneração final R$ 12.807,24 R$ 13.592,33
Analista Judiciário (Vencimento básico + GAJ)
Ano 2024 2025
Remuneração inicial R$ 13.994,78 R$ 14.852,66
Remuneração final R$ 21.013,03 R$ 22.301,14

Concurso TRF 5: inscrições

A organização é do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação – IBFC.

As inscrições foram realizadas no período de 20 de dezembro de 2023 a 21 de janeiro de 2024, no site da banca organizadora: www.ibfc.org.br.

A taxa de inscrição custou R$ 85,00.

Isenção da taxa de inscrição

A solicitação da isenção da taxa de inscrição foram para os candidatos que se enquadrem nos requisitos abaixo:

  • Estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);
  • Ser membro de família de baixa renda e indicar seu número de Identificação Social (NIS);
  • Candidato doador de medula óssea.

Concurso TRF5: cargos e vagas

Veja abaixo as vagas ofertadas:

Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Desenvolvimento de Sistemas de Informação

Vagas: CR
Jornada de trabalho: 40 horas semanais
Requisitos: comprovante de curso superior completo, devidamente reconhecido, e habilitação
específica em cursos de Desenvolvimento de Software que somados apresentem carga horária mínima de 120 horas/aula.
Atribuições: realizar atividades relacionadas à execução de tarefas que envolvam suporte técnico
e administrativo em desenvolvimento, implantação e manutenção de sistemas informatizados.

Conheça as lotações ofertadas:

  • SJPE/Pernambuco
  • SJCE/Ceará
  • SJRN/Rio Grande do Norte
  • SJPB/Paraíba
  • S JA L / A l a g o a s
  • SJSE/Sergipe

Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Tecnologia da Informação

Vagas: CR
Jornada de trabalho: 40 horas semanais
Requisitos: comprovante de curso superior completo, devidamente reconhecido, e habilitação específica em cursos de Tecnologia da Informação que somados apresentem carga horária mínima de 120 horas/aula.
Atribuições: realizar atividades relacionadas à execução de tarefas que envolvam suporte técnico e administrativo, implantação, manutenção de sistemas informatizados, tecnologias de rede, banco de dados, sistemas operacionais, segurança da informação, tecnologias de colaboração, internet, telecomunicações e microinformática.

Veja as lotações:

  • SJPE/Pernambuco
  • SJCE/Ceará
  • SJRN/Rio Grande do Norte
  • SJPB/Paraíba
  • S JA L / A l a g o a s
  • SJSE/Sergipe

Reserva de vagas

Haverá ainda reserva de vagas para candidatos com deficiência (10%), pessoas pardas/negras (20%) e indígenas (3%), conforme o edital TRF 5 para servidores.

IMPORTANTE ?
Em 2022, a Lei nº 14.456/2022 reconheceu o cargo de técnico judiciário como requisito para a formação universitária completa. Essa mudança se aplica a todos os concursos públicos na Justiça Federal.A Lei nº 14.456/2022 alterou a Lei nº 11.416/06 que regulamenta a carreira dos servidores do Judiciário Federal.

Cargos vagos

De acordo com o Portal de Transparência do órgão, há 14 cargos vagos, sendo:

  • 2 cargos vagos para Analista
  • 12 cargos vagos para técnico

Os dados são de abril de 2023.

Concurso TRF 5: carreira

Os candidatos nomeados estarão subordinados ao Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União (Lei nº 8.112/1990, com as alterações posteriores).

A Lei nº 11.416, de 15 de dezembro de 2006, regulamenta a carreira dos servidores da justiça federal.

De acordo com a lei, o quadro efetivo é constituído pelas seguintes carreiras de analista e técnico.

Os cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário são organizados em três classes, sendo elas: A, B, e C, Cada classe tem 13 padrões.

Cargo Classes Padrão/Referência
Analista Judiciário possui três classes: A, B e C de 1 a 13
Técnico Judiciário possui três classes: A, B e C de 1 a 13

O desenvolvimento na carreira dos servidores ocorre mediante progressão funcional e promoção.

progressão funcional promoção
A movimentação de servidores de um padrão para outro dentro da mesma classe em intervalos de um ano de acordo com os critérios regulatórios e os resultados das avaliações formais de desempenho. A passagem de um servidor do último padrão de uma classe para o primeiro padrão da próxima classe, considerando o intervalo de um ano em relação ao avanço do recurso anterior. Depende cumulativamente dos resultados das avaliações formais de desempenho e, preferencialmente, da participação em cursos de aperfeiçoamento profissional oferecidos no cargo.

Conheça os requisitos gerais para ingresso nas ocupações:

  • ter nacionalidade brasileira ou ser naturalizado brasileiro conforme legislação vigente no país;
  • ter idade mínima de 18 anos completos até a data da posse;
  • não registrar antecedentes criminais, achando-se no pleno exercício de seus direitos civis e políticos;
  • estar quite com as obrigações eleitorais e, se do sexo masculino, também com as militares e outros.

Edital TRF 5: etapas

O Concurso TRF 5 teve etapa única de provas objetivas – Eliminatório e Classificatório.

A nota final dos candidatos aprovados neste Concurso Público será igual à soma dos pontos obtidos na Prova Objetiva, que definirá a classificação em ordem decrescente, observado o cargo/área/especialidade e localidade para os quais se inscreveram.

Prova objetiva do Concurso TRF 5

A prova objetiva foi aplicada na data provável de 25 de fevereiro de 2024, simultaneamente, nas cidades de Aracaju/SE, Fortaleza/CE, João Pessoa/PB, Maceió/AL, Natal/RN e Recife/PE.

A Prova Objetiva foi avaliada na escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos, sendo considerado habilitado nesta etapa o candidato que tenha acertado, no mínimo:

  • Ampla Concorrência: 6 (seis) pontos do total da prova objetiva;
  • Pessoas com Deficiência: 6 (seis) pontos do total da prova objetiva;
  • Indígena: 6 (seis) pontos do total da prova objetiva;
  • Negros: 4,8 (quatro virgula oito) pontos do total da prova objetiva.

A nota final dos candidatos aprovados neste Concurso Público será a soma dos pontos obtidos na Prova Objetiva. A classificação será definida em ordem decrescente, observada a ordem de cargo/área/especialidade e localidade de inscrição.

Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Desenvolvimento de Sistemas de Informação

Conhecimentos gerais
20 questões
Língua Portuguesa
Matemática e Racicínio Lógico
Noções de estatística
Conhecimentos específicos
40 questões
Arquitetura de desenvolvimento da plataforma digital do poder judiciário – PDPJ-br
Programação
Devops
Engenharia de software
Banco de dados
Ciência de dados
Inteligência artificial
Normativos da plataforma digital do poder judiciário – PDPJ-br

Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Tecnologia da Informação

Conhecimentos gerais
20 questões
Língua Portuguesa
Matemática e Racicínio Lógico
Noções de estatística
Conhecimentos específicos
40 questões
Arquitetura de desenvolvimento da plataforma digital do poder judiciário – PDPJ-br
Fundamentos de infraestrutura de TI
Sistemas Operacionais de Servidor
Armazenamento de Dados
Virtualização
Gerenciamento de projetos
Conceitos Básicos Conteinerização
Banco de Dados
Conceitos básicos de
Segurança da informação
Normativos da plataforma digital do poder judiciário – PDPJ-br

Validade

O prazo de validade do presente Concurso Público é de 02 (dois) anos, a contar da data da publicação da
homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, a critério do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, uma única vez, por igual período.

Concurso TRF 5: último edital

O concurso TRF 5 realizado em 2017, ofertou 14 vagas imediatas mais a formação de cadastro de reserva para:

Analista Judiciário – Área Judiciária
Vagas: 3 + CR
Jornada de trabalho: 40 horas semanais
Lotação: Pernambuco, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe

Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal
Vagas: CR
Jornada de trabalho: 40 horas semanais
Lotação: Pernambuco, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe

Analista Judiciário – Área Administrativa
Vagas: CR
Jornada de trabalho: 40 horas semanais
Lotação: Pernambuco, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Informática/Infraestrutura
Vagas: 2 + CR
Jornada de trabalho: 40 horas semanais
Lotação: Pernambuco, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Informática/Desenvolvimento
Vagas: CR
Jornada de trabalho: 40 horas semanais
Lotação: Pernambuco, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (Clínico Geral)
Vagas: 2 + CR
Jornada de trabalho: 40 horas semanais
Lotação: Pernambuco, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Contadoria
Vagas: 1 + CR
Jornada de trabalho: 40 horas semanais
Lotação: Pernambuco, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe

Técnico Judiciário – Área Administrativa
Vagas: 5 + CR
Jornada de trabalho:40 horas semanais
Lotação: Pernambuco, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe

Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança e Transporte
Vagas: 1 + CR
Jornada de trabalho: 40 horas semanais
Lotação: Pernambuco, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe

Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Informática
Vagas: CR
Jornada de trabalho: 40 horas semanais
Lotação: Pernambuco, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe

Etapas de prova

Navegue pelas etapas de provas usando o índice abaixo e saiba mais sobre o último concurso.

Prova objetiva

As provas objetivas foram aplicadas no período da manhã para os cargos de Técnicos Judiciários e no turno da tarde para os cargos de Analistas Judiciários nas cidades de Recife, João Pessoa, Natal, Fortaleza, Maceió e Aracaju.

Disciplinas

Os candidatos foram avaliados por meio das disciplinas de:

Conhecimentos Gerais para todos os cargos

  • Língua portuguesa
  • Noções de Direito Administrativo
  • Atos Normativos

Conhecimentos específicos de acordo com o cargo.

Estrutura da prova

As provas objetivas foram compostas de 60 questões de múltipla escolha, sendo 20 de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos. Cada questão tinha cinco alternativas.

Prova discursiva

A prova discursiva redação foi aplicada para os cargos de:

  • Analista Judiciário – Área Judiciária;
  • Analista Judiciário – Área Judiciária – Oficial de Justiça Avaliador Federal;
  • Analista Judiciário – Área Administrativa; e
  • Técnico Judiciário – Área Administrativa.

Foram corrigidas as provas discursivas dos candidatos habilitados e mais bem classificados nas provas objetivas, os demais candidatos foram excluídos do concurso.

Nesta etapa, os candidatos tiveram de desenvolver texto dissertativo.

Já a prova discursiva – Estudo de Caso foi aplicada para os cargos de:

  • Analista Judiciário – área Administrativa – Especialidade Contadoria;
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Informática/Infraestrutura;
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Informática/Desenvolvimento;
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (Clínico Geral);e
  • Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Informática.

A prova Discursiva – Estudo de Caso constou de uma questão prática, avaliada de 0 a 100 pontos.

Prova de capacidade física

Os candidatos que concorreram às vagas de Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança e Transporte foram submetidos a prova de capacidade física.

Esta etapa foi realizada nas cidades Recife, Fortaleza, João Pessoa, Natal, Maceió e Aracaju.

A prova de capacidade física consistiu  de 4 testes, sendo:

  • teste abdominal (masculino e feminino);
  • teste de flexo extensão de braços – no solo – masculino e feminino;
  • teste de sentar e alcançar, com banco;
  • teste de corrida de 12 minutos (masculino e feminino).

Concurso TRF 5: nomeações

O Tribunal Regional Federal da 5ª Região já nomeou um total de 189 aprovados do certame realizado em 2017. Desses, 59 são analistas e 130 são técnicos. A validade segue até 24 de janeiro de 2024.

Veja abaixo nomeações das seleções anteriores:

  • Concurso 2008: 1.229 nomeados
  • Concurso 2012: 729 nomeados

Motivos para fazer o concurso TRF 5

Conheça algumas motivações:

  • A remuneração ofertada é bem atrativa;
  • As vagas são para lotações em diversos estados do Brasil;
  • Estabilidade Financeira e profissional;
  • Crescimento na carreira.

Concurso TRF 5: materiais gratuitos

Estude para concursos públicos com os materiais gratuitos do GRAN. Acesse nossa página exclusiva e conheça:

  • E-books,
  • Apostilas,
  • Guias de estudos,
  • Editais verticalizados e muito mais!

Resumo do Concurso TRF 5

Concurso TRF5 Tribunal Regional Federal da 5ª Região
Situação atual Banca em definição
Banca organizadora a definir
Cargo a definir
Escolaridade Nível Superior
Carreiras Tribunais
Lotação Estado de Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas e Sergipe
Número de vagas a definir
Remuneração Técnico Judiciário: de R$ 8.529,65 a R$ 12.807,24 + benefícios (Auxílio-alimentação, Auxílio pré-escolar, AQ Treinamento e AQ Títulos) + GAS paga apenas para os cargos na área de segurança.
Analista Judiciário: de R$ 13.994,78 a R$ 21.013,03 + benefícios (Auxílio-alimentação, Auxílio pré-escolar, AQ Treinamento e AQ Títulos) + GAS apenas para os cargos na área de segurança + GAE apenas para analista judiciário – área judiciária – Oficial de justiça.
Clique aqui para ver o edital do concurso TRF 5 2023

Resumo do Concurso 2023

Concurso TRF5 Tribunal Regional Federal da 5ª Região
Situação atual Em andamento
Banca organizadora Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação – IBFC
Cargo Técnico Judiciário
Escolaridade Nível Superior
Carreiras Tribunais
Lotação Estado de Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas e Sergipe
Número de vagas CR
Remuneração Técnico Judiciário: de R$ 8.529,65 a R$ 12.807,24 + benefícios (Auxílio-alimentação, Auxílio pré-escolar, AQ Treinamento e AQ Títulos) + GAS paga apenas para os cargos na área de segurança.
Analista Judiciário: de R$ 13.994,78 a R$ 21.013,03 + benefícios (Auxílio-alimentação, Auxílio pré-escolar, AQ Treinamento e AQ Títulos) + GAS apenas para os cargos na área de segurança + GAE apenas para analista judiciário – área judiciária – Oficial de justiça.
Inscrições de 20 de dezembro de 2023 a 21 de janeiro de 2024
Taxa de inscrição de R$ 85,00
Data da prova objetiva 25 de fevereiro de 2024
Clique aqui para ver o edital do concurso TRF 5 2023!

Quer saber tudo sobre concursos previstos e novos editais clique no link a seguir:

Source link

Participe do nosso Grupo de Whatsapp e não peca noticias e novas editais todos os dias !

related posts

Leave a Comment